Pastores: deixam o céu por ser escuro e vão ao inferno a procura de luz

O quarteto genuinamente maçom: Deputado Gilberto Kassab, Senador José Serra, Pr. José Wellington Bezerra da Costa e o Governador Geraldo Alckmin

O quarteto genuinamente maçom: Deputado Gilberto Kassab, Senador José Serra, Pr. José Wellington Bezerra da Costa e o Governador Geraldo Alckmin

Na qualidade de servo e submisso a Vossa Eminência, por ordem do Espírito do Senhor Jesus Cristo, venho mui humildemente lhe expor esta epístola citando o nome honrado de Vossa Eminência e ao seu filho Pr. Jose Wellington Junior, para que tomem conhecimento antes de tornarmos ao conhecimento público, através de nosso site WWW.leiaojornal.info, que será disparado a todos os seguimentos cristãos evangélicos e toda a imprensa do país, conforme centenas de milhares de e-mails e toda a irmandade e membresia das igrejas, a começar pelos assembleianos, fora aos assuntos deploráveis contidos no teor desta epístola, em particular temendo eu com a vitória, mesmo imprópria e indevida do pastor maçom Illuminti Samuel Camara que caso vença a Convenção,vai causar um grande e terrível estrago na indústria gráfica mais lucrativa do  mundo, verdadeiro cabide de emprego dos pastores,seus cabos eleitorais. Me refiro a CPAD, uma empresa cujo os Estatutos foram constituídos inicialmente pelos nossos patriarcas Daniel Berg e Gunnar Vingren, sem fins lucrativos e com isso obter isenções em tudo que compra e vende, a exemplo da SBB.

Caso isso venha se confirmar junto a Fazenda do país, vai ser um deus nos acuda, além do mais querido pastor, ultimamente o Mensageiro da Paz criado pelos nossos queridos e saudosos patriarcas suecos acima citados, o Malaquias de Deus hoje Mensageiro da Paz,com a tiragem homérica,está mentindo mais que a maçonaria e todos seus maçons, quando se permitiu que suas páginas fossem usadas para de forma constrangedora pelo Deputado Marcos Feliciano, iniciado na maçonaria pelo presidente bucha maçom Illuminati grau 33 e superior e que hoje se tornou porta voz do presidente Temer, junto a todas as igrejas evangélicas ,levando a mensagem maçônica do Temer,afirmando que o Temer não é luciferiano e que não adora a satanás,esta é a grande mentira que o Mensageiro da Paz noticiou, sem nenhum escrúpulo, nem preocupação com a verdade, conforme seu Estatuto feito pelos nossos patriarcas,o de levar tão somente o Evangelho contendo as verdades do nosso Senhor Jesus Cristo.

Vossa Eminência sendo também maçom, porém afastado, depois que eu lhe presenteei para sua leitura, o livro que a maçonaria evangélica tirou de circulação, por combater os crentes obreiros e pastores evangélicos que também adoram a satanás.

Querido Pastor, me perdoe por essas tristes afirmações envolvendo seu nome, que eu até hoje, mesmo marginalizado por você e toda sua família, ao ponto até de me negar minhas credenciais de pastor, por ordem de sua infeliz e pobre esposa. Gostaria de saber como um pastor maçom ou qualquer maçom, como nosso presidente Temer, deixar de ser adorador de lúcifer, sendo ele maçom, você conhece os juramentos maçom.

Agora eu estou muito preocupado com essa reportagem, que se o candidato da oposição tomar conhecimento que Vossa Iminência também é maçom e que obedecendo as ordens e determinações da maçonaria evangélica, católica liderada pelo reverendo Bill Graham, a quem Vossa Eminência é obediente e por isso na Convenção das Igrejas Assembléias de Deus em Maceió AL, você alterou o Estatuto da igreja, retirando o parágrafo que não permitia o acesso aos maçons e todas demais entidades ocultas e por conta desse ato desonesto, contrariando a Bíblia e dando livre acesso para todos os maçons tornarem-se membros e até dirigentes de nossa igreja, cujos alicerces foram fundamentados pelos nossos patriarcas fundadores, sustentados no livro de Atos dos Apóstolos, editado pelo nosso grande Deus Espírito Santo e escrito pelo Apóstolo Lucas.

Aproveito mesmo sem esperança, para lhe pedir uma urgente audiência em seu gabinete, um tanto policialestico ou em nossa redação ou outro lugar qualquer, pretendo por questão de justiça e verdade, lhe ouvir, para não cometer injustiça, porque eu, mesmo sendo uma das grandes vítimas de sua maçonaria, mesmo assim ainda ti amo e ti respeito como meu Pastor baixo do Senhor Jesus Cristo.

Por favor, querido Pastor, leve isto a sério, ajude-me a lhe entender, para que eu através do teor desta epístola não venha a ajudar ao seu adversário que está dando sua própria alma para ter a CPAD nas mãos e com isso garantir suas empresas de comunicações deficitárias na praça.

Pauta sem as devidas redação e revisão, os acentos, pontos e vírgulas tendo em vista a nova ortografia da Língua Portuguesa, deixo ao seu sábio e erudito critério.

Que Deus seja louvado, sob os fortes, sangrentos e cruentos laços do calvário despeço-me coma gloriosa Paz do Senhor Jesus Cristo.

Jose Alcides Marronzinho de Oliveira – CPF: 060 334 568-90

Deixe uma resposta